Trajetória

JC Volotão

A HISTÓRIA DO FOTÓGRAFO INTERNACIONAL

JC VOLOTÃO

Vamos começar de onde vem o sobrenome Volotão, pelo qual é conhecido e chamado.

Os Primeiros Imigrantes da Suíça, Cidade Cantão de Valley.

Pai – Valloton Christian – 41 anos
Esposa – Marie Louse – 38 anos

FILHOS: 

Pierre – 17 anos
François – 14 anos
Marie – 11 anos
Christian (Chistiano Nicolas Valloton) – 7 anos
Felicité – 5 anos
Joseph – 4 anos

Chegada ao Brasil em 1819

VALLOTON foi brasileirado e passou a ser VOLOTÃO

Jornalista Repórter Fotográfico, Fotógrafo Internacional, Fotógrafo Científico, USA Correspondente, Brasil Correspondente, Paparazzo, Fotógrafo Editorial, Street Photography, Fashion Photography, Fotógrafo de Música, Fotógrafo de Esporte, Fotógrafo de Casamento, Colunista e muito mais, são algumas funções de JC Volotão nessa trajetória.

JC Volotão, o Fotógrafo brasileiro das Celebridades, Presidentes e até Princesas, agora também no Brasil, com base no Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Com mais de 40 ANOS de carreira, o AUTODIDATA em FOTOGRAFIA, tem uma grande vantagem de ter aprendido tudo em equipamentos analógicos, a verdadeira fotografia, as máquinas digitais criaram a ilusão de que basta comprar uma câmera digital para virar um fotógrafo profissional, errou… deletou… pois muitos viraram fotógrafos automáticos, ou seja, fotografando tudo no automático. Ele costuma dizer que a grande diferença entre um Fotógrafo Profissional e um Fotógrafo Amador é simples:

Profissional: FAZ a FOTO e o Amador: TIRA a FOTO.

Depois de 15 ANOS morando em NEW YORK, fotografando em várias partes dos Estados Unidos, inicialmente se especializou em Fotojornalismo e Publicidade. Fotografando celebridades para publicações, gravadoras, moda, publicidades, empresas, entre outras. Mas fotografava muito antes disso, olha como tudo começou.

POSARAM PARA SUAS LENTES, CELEBRIDADES COMO:

NACIONAIS: Gisele Bundchen, Xuxa, Shirley Mallmann, Adriane Galisteu, Ana Hickmann, Angélica, Sonia Braga, Ana Maria Braga, Hebe Camargo, Vera Fischer., Gloria Meneses, Fernanda Montenegro, Maitê Proença, Gugu, Lula, FHC, Collor, Sarney, Pele, Zagalo, Guga, Roberto Carlos, Daniel, Milton Nascimento, Tom Jobim, Caetano, Daniela Mercury, Gal, Elba, entre outras.

INTERNACIONAIS: Steve Spielberg, Arnold Schwarzenegger, Sylvester Stallone, Bruce Willis, Naomi Campbell, Demi Moore, Tom Cruise, Lisa Minelli, Alec Baldwin, David Byrnes, Tom Hanks, Elton John, Ivana Tramp, Whitney Houston, Arthur Miller, Arafat, Clinton, John Kennedy, Chita Rivera, Christopher Walker, Gabriel Byrne, Goldie Hawn, Paul Newman, entre outras.

> FOI FOTÓGRAFO OFICIAL OU TRABALHOU EM COBERTURAS de EVENTOS COMO:

Oscar, Tony Awards, Grammy Awards, Atentado Wold Trade Center, World Cup USA 1994, ONU, Olimpíadas em Atlanta, Maratona de New York, New York Fashion Week, World Taekwondo USA, Brazilian Street Festival NY, Trade Investiment Expo USA, Jazz Masters USA, Photo Expo USA, Photo Ahow BR, PMA USA, Miss Universo, Miss Brasil, 25 anos de Woodstock 94, Fórmula Indy, Volvo Ocean Race, Stock Car, International Microscopy Congress, Fita: Festa Internacional de Teatro de Angra, Carnaval Sapucaí Rio, Congresso da Sociedade Brasileira de Microscopia e Microanálise e muitas mais…

Entre seus clientes estão PRESIDENTESCELEBRIDADES e até PRINCESAS e REIS, apenas esses quatros já mostra a seriedade e profissionalismo de seu trabalho, mas para ver mais entre em clientes.

CELEBRIDADES que contrataram seus serviços estão:

BRASILEIROS como: Gugu Liberado, Daniela Mercury, Fagner, Daniel, Milton Nascimento, Rick e Renner, Frank Aguiar, entre outros…

INTERNACIONAIS como: Arnold Schwarzenegger, Sylvester Stallone, Demi Moore, Bruce Willis, Naomi Campbell, entre outros…

Mas o Cotidiano, Natureza, Esportes, Política, entre outras categorias, também estão entre os seus trabalhos.

A empresa também atua no setor de Publicidade, Mídias Sociais, Cursos, Eventos e muito mais. Atendendo desde ONGs até grandes empresas nacionais e internacionais, o objetivo é entender e elaborar um projeto que venha ajudar o cliente a concretizar suas metas, oferecendo soluções eficazes para impulsionar seu negócio.

>A Eclipse Photo Agency New York é a PRIMEIRA AGENCIA DE FOTOGRAFIA, FUNDADA e DIRIGIDA por BRASILEIRO nos ESTADOS UNIDOS.

Ao longo dos anos, experimentou muitas técnicas fotográficas, mas o que realmente influencia nas suas fotos são:

Criatividade, locação certa, aproveitamento da luz, técnicas aprimoradas e uma ótima equipe. Importante dizer, que sem o bom humor de sempre, tranquilidade na hora de capturar o momento exato, o resultado não seria o esperado.

VEJA SUA TRAJETÓRIA:

.: 1960 – Nasceu no Rio de Janeiro / Brasil.

Ao receber uma chupeta, jogou no chão e tomou a câmera do pai… mostrou seu amor pela fotografia e sua rebeldia… heheheee!!!

Brincadeirinha…

.: 1971 – Ganhou sua primeira câmera fotográfica aos 11 anos, fotografava familiares, natureza e animais e

.: 1975 – Já aos 15 anos, fez sua PRIMEIRA EXPOSIÇÃO, com fotos de animais do zoológico do Rio de Janeiro, com o título Tristes Animais. Destacou-se devido a sua idade e a beleza das fotos é claro, pois tinham vários outros fotógrafos conhecidos e bem mais velhos.

.: 1978 – Aos 18 anos, escolheu duas direções a seguir, a LUTA PELA NATUREZA e a FOTOGRAFIA. Se tornando assim VEGETARIANO.

.: 1979 – Aos 19 anos abriu seu primeiro estúdio, iniciando na Moda e também Fotojornalismo e Casamento.

.: 1985 – Aos 25 anos, foi trabalhar na Universidade Federal do Rio de Janeiro, como Fotógrafo Científico. Para entender realmente o que estava fotografando, foi estudar também BIOLOGIA. Nessa época, ele já tinha cursos como: Técnico Veterinário, Técnico em Criação de Gado, Técnico em Piscicultura, Técnico em Capricultura, entre outros cursos. Como vocês podem ver o amor aos animais está sempre presente. Na UFRJ fez curso de Criação de Animais em Cativeiro (Biotério) para estudar técnicas não adotadas, para diminuir os sofrimentos dos animais usados em experiências. Já que não pode acabar definitivamente com essa prática, depois de cinco anos queria uma grande mudança na sua vida e na fotografia, fazer novos trabalhos, experimentando outras técnicas e conhecer novos clientes.

.: 1989 – Devido a um acidente, depois de ficar sem andar por 08 meses, com esmagamento do joelho, e dos dois ombros. Tendo várias horas para refletir, resolveu mudar totalmente sua vida e se lançar no mercado internacional, mas morando fora do Brasil, é claro, pois depois de 30 anos nele, não viu muita coisa mudar. Foi direto para New York, segundo muitos “A CAPITAL DO MUNDO”. Abriu mão de um projeto em andamento, pois teve que abandonar devido ao acidente o sítio em Petrópolis, com açude, cachoeira, mais de 2.000 bananeiras, um sonho de muitos anos foi desfeito. O projeto era criar peixes e orquídeas.

JC Volotão

.: 1990 – Foi para New York.

Nessa época o Collor assumiu, e lhe arrumou um grande problema, pois usando o poder de presidente, pegou o dinheiro de todos brasileiros, mesmo isso sendo errado. Na época, JC Volotão vendeu os dois carros e juntou com suas economias no banco. Perdeu tudo. Mas resolveu ir assim mesmo, pegou o cartão American Express e comprou a passagem. Levou com ele apenas U$ 700,00 que tinha em casa. Para começar sua vida em New York.

Chegando a New York, lembrou-se de um pequeno detalhe nada importante… Heheheheee!! Não falava nada de inglês, não tinha onde ficar e com R$ 700,00 no bolso. Fez amizade com a aeromoça e conseguiu alugar um quarto por R$ 250,00 e assim foi o inicio…

Começou a prestar serviços como Jornalista Repórter Fotográfico para pequenos jornais e revistas locais e para empresas brasileiras que atuavam a cidade.

Em New York descobriu que as CELEBRIDADES querem sair nas PUBLICAÇÕES e que as PUBLICAÇÕES querem comprar essas fotos.

Tornou-se então  O CAÇADOR DE CELEBRIDADES.

Iniciou um trabalho de elaboração e seguir a seguinte técnica:

1) Saber quais as celebridades estão na cidade.

2) Se as fotos tem valor comercial.

3) Onde encontrar essa celebridade.

4) Conseguir convencer as celebridades de sair com ele para um ensaio.

5) Oferecer as fotos para as publicações ou seja, vender as fotos.

E FOI SUCESSO TOTAL!

.: 1992 – Fotos aéreas de New York

Fotografar New York de helicóptero, foi muito emocionante, mas precisou de muita coragem, pois o helicóptero não era apropriado para esse tipo de trabalho. Pediu para tirarem as portas, sua segurança era mínima, mas não poderia deixar de registrar a cidade da mesma forma que as aves estão acostumadas de ver. Logicamente a empresa do helicóptero o fez assinar uma responsabilidade de risco, isso quer dizer: Sua morte era um problema somente dele.

Aventuras também estão em suas veias. Fotografar uma Expedição ao Grand Canyon, Deserto de Nevada e o Rio Colorado, segundo ele, foi um lazer. Ele usou um helicóptero, Hummer, jetsky, uma lancha e até um cavalo. Como nos mostra, nas fotos. Trilha impossível de ir de carro e foi de cavalo.

Expedição Grand Canyon

.: 1993 – Ao voltar de um trabalho de final de semana em Las Vegas, ficou triste em descobrir, que sua CASA tinha sido ROUBADA e que levaram quase tudo, ficando apenas os móveis e roupas. Naquela época, ele pensava que no primeiro mundo isso não acontecia. A polícia não descobriu nada, aquelas coisas de tirar digitais e ir em busca dos assaltantes, somente em filmes mesmo, nada foi feito. Resumindo… Não deu em nada. PRIMEIRA DECEPÇÃO.

.: 1994 – Depois de muito pesquisar, verificou que as AGENCIAS DE FOTOS & NOTÍCIAS que geralmente são usadas pelas publicações brasileiras, cobram preços exorbitantes para fotos e pautas, tornando inviável principalmente para JORNAIS e REVISTA do BRASIL usarem com mais frequência as AGENCIAS em questão. E visando preencher esse espaço foi criada a Eclipse Photo Agency New York. Sem falar que fotógrafos estrangeiros não conhecem celebridades brasileiras, para fotografar em um evento ou shows e oferecer ao Brasil. Certo?> Fotografando nos pântanos da Flórida, também se divertiu muito, águias, jacarés, mas quase nenhuma árvore. Pilotar esses brinquedinhos valeu o risco do trabalho.

Volotão no pântano na Flórida

> JC Volotão FUNDOU a Eclipse Photos Agency New York, como o nome já diz, em New York. A Eclipse Photos Agency New York foi criada inicialmente para atender ao mercado brasileiro nos Estados Unidos. Sempre em busca de novos desafios e projetos, JC Volotão fundou também o VIPs – Volotão Images & Photos Studios, um estúdio fotográfico para serviços variados, como fashion, produtos, publicidade, etc…

A Sony International Music, foi seu primeiro GRANDE cliente internacional. As fotos do primeiro show de Daniela Mercury no exterior foram feitas em New York e usadas na publicidade internacional.

Pegou essa conta, ao ser convidado para substituir o fotógrafo oficial da Sony, pois ele deixou o PRESIDENTE da Sony esperando para registrar a assinatura do contrato internacional da cantora.

Começando assim, outro tipo de trabalho, a MÚSICA. As gravadoras eram outra fatia descoberta por JC Volotão.

Abaixo o show de Daniela Mercury.

> Ao entrar no ramo da MÚSICA, fotografou para clientes como: BMI, Sony International Music USA, Sony International Music Brasil, Warner Music USA, Warner Music Brasil, Continental, Abril, Trama, entre outras.

E muitos outros shows…

Para quem gosta de futebol, assistir a COPA DO MUNDO no campo seria fantástico, mas para ele, foi apenas mais um trabalho. Ele não gosta de ver o que o dinheiro está fazendo com o futebol brasileiro, pois existem outras prioridades no Brasil. Cobertura da Copa do Mundo USA 1994.

> No mundo FASHION, além das celebridades, fotografou modelos como: Gisele Bundchen, Naomi Campbell, Claudia Schiffer, Cindy Crawford, Shirley Mallmann, Raica, entre outras.

.: 1995 – Como não poderia deixar de acontecer, virou também PAPARAZZO, pois em New York, celebridades estão em muitos lugares. JC Volotão acha engraçado, ele consegue levar uma celebridade para seu estúdio ou faz as fotos em locações por New York. Até ai, nada de mais. Mas notou que pegando a mesma celebridade, levando a um supermercado ou outro local bem popular, e fazendo fotinhas tipo flagras, pode ganhar muito mais com essas fotos, mesmo sendo flagras armados. Vai entender… Diferentes dos outros fotógrafos, ele somente usa as grandes lentes quando não tem outro jeito. Prefere usar uma 28 mm, Segundo ele, é uma maneira de nunca perder uma foto. No início ele ficava horas bem distantes do local onde provavelmente sairia à pessoa a ser fotografada, no momento da foto passava um caminhão ou ônibus, e as horas de todo trabalho foi em vão. Dessa maneira, ele adotou a aproximação antes de detonar fotos. Nunca teve nenhum problema com as pessoas que foram fotografadas. Pois ele não gosta de pautas de FOFOCAS.

Para ser um bom PAPARAZZO, você tem que ter muitos informantes, mas os plantões são inevitáveis. Ele já fez plantões de nove dias. Não ser descoberto é fundamental. Usar vários carros foi à maneira que ele arrumou para facilitar seu trabalho, pois os porteiros geralmente chamam até a polícia. Alguns carros são de sua propriedade, outros emprestados ou alugados.

Ele sempre usa os carros com motoristas, pois às vezes tem que sair do carro correndo e entrar em um local, ficando impossível abandonar ou tentar estacionar o carro.

Dessa maneira ele foi aperfeiçoando seu trabalho.

ROLLS-ROYCE
Esse carro é para entrar em festas, geralmente mansões fora de Manhattan. Veja bem, não é para invadir festas, é apenas para entrar. 
JC Volotão desconhece o motivo pelo qual não é barrado. Hehehee!!!

MITSUBISHI 4X4
Por ser um carro novo, é usado para pautas que podem gerar viagens para qualquer lugar, sem dia para parar. Dessa maneira, elimina praticamente os problemas de mecânica que podem acontecer com o carro.

CHEROKEE 4X4
Carro velho, que não chama muita atenção. Para plantões fixos e saídos rápidos.

LAND ROVER 4X4
Por ser um carro novo, é usado para pautas que podem gerar viagens para qualquer lugar, sem dia para parar. Dessa maneira, elimina praticamente os problemas de mecânica com o carro.

MUSTANG
Carros abertos e possantes são para fotos rápidas sem ter que sair do carro. Podem também serem usados para tentar penetrar em festas de celebridades, pois não é um carro comum para fotógrafos.

HUMMER
Esse carrão tem nada haver com PAPARAZZO, apenas um exemplo de usar o carro certo para a pauta certa. Ele foi usado no registro fotográfico no Deserto de Nevada e Grand Canyon. Pela foto vocês podem ver o motivo que JC Volotão escolheu esse carro. Mas foi apenas uma brincadeira para ver o que o carro aguenta.

JETSKY
Para fotografar em praias públicas, particulares, de hotéis ou clubs, etc… a beira mar, nada melhor que um jetsky. O motor desse é um kawazaki 900. A locomoção é bem mais rápido que no asfalto, não tem trânsito.

Alguns carros usados.

Outra GRANDE aventura, foi fotografar os 25 ANOS de WOODSTOK.

Para começar, ele não tinha credencial. Não pediu, pois estava fazendo outro trabalho, mas na última hora, resolveu ir e registrar esse outro momento histórico, Tentou ingresso e nada, nem no câmbio negro (coisa normal nos Estados Unidos). Resolveu ir assim mesmo, chegando lá, a polícia afirmou que somente entrava na rua que daria na fazenda, onde estariam acontecendo o evento, os ônibus escolares. Eram muitos… você tinha que ir a outra cidade, estacionava o carro e com o ingresso entrava no ônibus escolar. Mas ele não tinha ingresso. E somente entrava na rua ônibus amarelo.

Parou na estrada para pensar o que fazer, notou que dava para escutar a música bem distante. Resolveu entrar pelo mato e atravessar uma pequena floresta e dois morros para chegar lá. Isso tudo com uma pequena chuva.

Conseguiu, mas encontrou outro problema, chegou na entrada da fazenda, mas somente entrava com ingresso. Registrou as pessoas entrando, a polícia, as roletas, a entrada… foi aí que viu um movimento estranho no mato, algumas pessoas escondidas… não entendeu muito bem, pois o local estava cercado com 3 cercas de arame (muros), com uns 3 metros. De repente saiu uma pessoa correndo e outra abriu a cerca e entrou… ele, logicamente resolveu fazer o mesmo, e entrou… só que apenas a primeira cerca estava cortada, as outras duas não, ficando difícil de saber o motivo… Resumindo: Volotão pulou as outras duas cercas, mas nem ele sabe como, pois tem oito parafusos no joelho. O equipamento foi jogado para outra pessoa segurar do outro lado. Volotão acrescenta: “Para quem duvidar, basta perguntar ao Supla”.

Ao chegar em casa, ele tirou a roupa antes de entrar em casa e entrou de cueca, pois toda sua roupa foi para o lixo imediatamente… muita lama… Nas fotos, o registro feito a poucos metros do palco, muitas garotas querendo aparecer, A guerra de lama foi umas das coisas mais perigosas para o equipamento do Volotão, Repare no detalhe, o cara que esta de camisa preta esta mostrando duas línguas. Aqui apenas algumas fotos.

> Avião da Seleção em New York?

Chegando a flagrar o avião da Seleção Brasileira em New York, mas a copa era na França… você vai perguntar: “O que o avião estava fazendo em New York?” Isso ele deixou a revista Veja descobrir, pois foi para onde vendeu as fotos com exclusividade. O mais difícil ele fez, conseguiu entrar até no avião. Se vocês não estão percebendo a dificuldade, estamos falando do aeroporto internacional de New York, uns dos mais movimentados e seguros do mundo. Nas fotos, Volotão esta na pista e dentro do avião. Arrancar dele como conseguiu… a resposta é apenas um sorriso.

Seu “PRIMEIRO PRÊMIO“, que ele considera, foi ser contratado para fotografar para o Planet Hollywood, pois seus donos são Arnold Schwarzenegger, Bruce Willis, Demi Moore, Sylvester Stallone. Para ele, um brasileiro ser contratado para fazer suas fotos, ter que dirigir eles nas fotos, era uma coisa que não passava em sua cabeça nem em sonho, totalmente fora da sua realidade no Brasil. Logo depois começou a fotografar para o Fashion Café e o All Star Café. Esses dois também tinham como donos, celebridades conhecidas. E vários trabalhos pessoas depois disso.

Realmente um troféu para a carreira desse fotógrafo.

.: 1996

Segundo JC Volotão, OUTRO PRÊMIO, foi ser escolhido pela Família Real da Arábia Saudita para acompanhar a Princesa da Arábia Saudita em suas férias de 30 dias nos Estados Unidos. Foram oito dias em New York, 7 dias em Los Angeles e 15 no Hawaii. Trabalhando direto com o FBI e a Polícia Secreta dos Estados Unidos. Adrenalina estava sempre a mil nesse trabalho, toda segurança era justificada.

Infelizmente ele não poderá colocar fotos da princesa, devido a seu contrato. Eram fotos pessoais da princesa, não eventos. Uma questão de respeito e processo e querer manter a cabeça no seu pescoço são claro. Depois da primeira, fotografa outras princesas também da Arábia Saudita.Prêmios podem vir de várias formas, como essa foto desse Golfinho Prateado feita em Maine, divisa dos Estados Unidos com Canada, onde seu objetivo seria fotografar baleias. Essa foto foi feita da seguinte maneira, o golfinho saiu e olhou para Volotão e ele fotografou antes da água escorrer, por isso esse tom prateado nele. Não tem Photoshop.

Virou também USA Correspondente e Fotógrafo Internacional de revistas como: Chiques & Famosos, Photos & Imagens, entre outras. Nessas duas revistas era também COLUNISTA, sendo na Chiques & Famosos, sua COLUNA era SEMANAL e chamava CONEXÃO NEW YORK. Sua coluna foi elogiada por pessoas como: Leda Nagle, Joyce Pascowitch, Amaury Junior, Paulo Barbosa e outros.

Outro acontecimento marcante em sua vida, foi quando a GLOBO o escolheu para uma matéria de como é viver fotografando celebridades em New York para matéria no Globo Repórter. Foi apelidado pelo repórter Roberto Cabrini de: “O CAÇADOR DE IMAGENS“, por andar pelas ruas de New York em busca de celebridades. Como PAPARAZZO ou não.

No tapete VERMELHO do OSCAR. Considera também um PRÊMIO, conseguir ficar no tapete vermelho no OSCAR. Para quem não sabe isso é na linha de frente. Dividiu o espaço com as maiores publicações do mundo, sabendo que milhares de publicações ficaram de fora. Nessa época ele era USA correspondente da Chiques & Famosos e com a Eclipse Photo Agency New York a todo vapor.

> Esporte que ele gosta, é o radical, fotografar a Formula Indy nos Estados Unidos e ainda darem uma motinha da Mercedes foi inacreditável.

Volotão

Fotografou o casamento de Giovanni Antonelli em Las Vegas, começando assim, um novo tipo de trabalho, mudando o estilo normal de fotografar casamentos, criou uma espécie de registo fotográfico jornalístico. Bem legal.

>Registrou também o casamento de Nelson Motta e Costanza Pascolato em New York, quase nada posado, apenas registrando os momentos, puro Fotojornalismo.

Nessa época já possuía vários clientes nos Estados Unidos, Europa e Brasil e era o Fotógrafo Brasileiro mais procurado (segundo a Embaixada e Consulado NY do Brasil nos Estados Unidos) pela imprensa, governos, empresas, gravadoras, políticos e celebridades.

Teve uma ideia muito boa, mas nada haver com fotografia… e convidou 02 amigos. Seria o seguinte: Abrir uma pequena empresa com serviços de carros com motoristas para servir aos turistas e empresários… até ai… nada de novo… mas a frota seria apenas de ROLLS-ROYSE. Seria um sucesso total se não fosse um pequeno detalhe… ou seria probleminha… eles não queriam deixar os motoristas dirigir os carros… heheheheeee!

E teve fim a ideia de JC Volotão.

> Em qualquer profissão, os contatos e amigos são fundamentais. Foi contratado por uma gravadora para fazer uma capa de CD e CLIP e sugeriu uma ilha deserta para as fotos, conseguindo como transporte, uma lancha de corrida, que tinha acabado de ganhar o segundo lugar em uma corrida na Califórnia. Quer melhor? De graça…

.: 1997 – PREMIAÇÃO: Nunca participou de concursos ou coisas do tipo que envolvem pessoas julgarem, pois acredita que a escolha de 3 ou 10 pessoas, não quer dizer que o resultado esta correto na opinião pública. Mesmo não sabendo que estaria participando, sua foto do LULA, foi escolhida entre as 20 melhores fotos publicadas na revista CARAS em seu primeiro ano. A própria revista escolheu seis anos depois, as 40 melhores fotos dos 6 anos de CARAS e a mesma foto foi escolhida novamente, disputaram mais de 100.000 FOTOS, essas informações são da própria revista Caras. Como proprietário de uma foto tão importante para Caras, poderiam ter enviado ao menos uma carta comunicando as duas conquistas, do primeiro ano e do sexto. Provavelmente devem ter confundido como funcionário deles. Seja quem for que escolheu, agradeceu a escolha e deixou usar a foto nas exposições.

> Mas as aventuras não podem parar, pegou um pequeno barco inflável, sem motor, ficando 6 horas navegando por um rio que passa por parte de três estados. Isso tudo para registrar as construções legais e ilegais na beira do Rio.

> Ficou super feliz ao ser convidado para fazer uma campanha publicitária da nossa querida Orquestra Sinfônica Brasileira, usando como locação um dos teatros mais bonitos do mundo, o Carnegie Hall em New York.

Atualmente, cuidado com as fotos… tem muito PHOTOSHOP. Heheheheee

Certa manhã, recebeu um telefonema… Do outro lado da linha uma pessoa que se dizia Tiazinha falava que queria fazer umas fotos com ele… mas ele desconhecia a Tiazinha… Nunca tinha ouvido falar… Mas por ser ela muito simpática, JC Volotão resolver fazer as fotos. Foi assim que descobriu que ela veio fazer as fotos para Playboy… a turma da Playboy… Ficaram doidos ao saber das fotos de JC Volotão e queriam impedir que fossem realizadas… Orientada por Volotão, a Suzana Alves ligou na mesma hora para a empresária dela e perguntou se no contrato tinha algum termo que se referia não poder fazer fotos com ninguém… Ai ela comunicou que sim… Mas somente no Brasil. Foi ai que descobriu outra coisa importante, Tiazinha usava uma mascara e nunca tinha feito fotos ou aparecido sem a mascara e essa era a grande chamada da Playboy… Pela primeira vez sem a máscara e nua… A Tiazinha. O que ele fez? Fez um ensaio maravilhoso e vendeu para o Brasil todo… Saindo assim 01 mês antes da Playboy. Foi um bom furo… Sem querer… Mas foi.

> 1998 Luana Piovani vibra ao conseguir a foto de JC Volotão… Será? Veja a foto.

.: 1999 – Ganhou um PRÊMIO FANTÁSTICO, em seu aniversário, foi cobrir o show de Carlinho, era um dia muito especial… Apareceu a Marisa Montes para ver o show. Conseguiu exclusiva no camarim. Acabou comentando que somente ele para fazer perder o inicio da comemoração que estava acontecendo em sua casa… eles não perderam tempo para cantar um parabéns da maneira deles, com direito a vela e tudo e participação de Marisa Montes.

.: 2000 – O ano de grande importância para JC Volotão. Não a palhaçada (segundo ele) de virada do milênio, nem tão pouco o fim do mundo que não aconteceu. Esse foi o ano que programou para aumentar sua família, e deu certo, nasceu Bianca Volotão, uma menininha linda. As fotos do registro do nascimento da Bianca, sem dúvida foram as fotos mais importante na vida desse fotógrafo.

.: 2001 – Ataques ou atentados terroristas de 11 de setembro.

> SUA VIDA FOI SALVA POR SUA FILHA DE APENAS 1 ANINHO. ELE FALA: “Realmente lamentável o ataque! MAS ESTOU VIVO… E NÃO DEVO NADA A “SEGURANÇA” DOS ESTADOS UNIDOS, E SIM A MINHA FILHINHA. Graças a minha filha Bianca, de apenas 1 ano e 7 meses estou vivo, pois quando o primeiro avião caiu no prédio, fiquei logo sabendo e preparei meu equipamento para fazer as fotos. Só que tive que procurar a babá, pois ela não tinha chegado, minha esposa estava em Manhattan (perto do Central Park e sem risco algum) no que estou preparando a Bianca para deixar na babá, tinha caído o segundo avião. Minha luta agora era achar um motorista com peito, coragem e um pouco doido como eu, para ir furando até lá, pois as pontes, metro, celulares estavam parados, estávamos ilhados. Depois de checar vários, ligou um amigo que topou. Coloquei a autorização da policia de NY para o trabalho fotográfico em cada porta e metemos a cara, foram vários sinais vermelhos avançados, contramão, calçadas, etc… mas era impossível chegar no local. Consegui chegar na beira do rio, abandonei o carro na ponte e peguei uma carona com um rebocador (barco) que me deixou em um píer, perto World Trade Center. Nisso os dois prédios já tinham caído, foi a diferença de 25 minutos que me salvou a vida. O PESSOAL DA IMPRENSA QUE CHEGOU ANTES, ESTÃO TODOS MORTOS. Consegui chegar até lá, era tudo cinza, não tinha cores, não enxergava mais nada, meus olhos estavam cheios de terra e respirar estava difícil, mesmo com um lenço no rosto. Era HORRÍVEL ver aquilo tudo. Fiz meu trabalho, e depois de uns 15 filmes, voltei para beira do rio e consegui pegar outra carona de barco. Meu objetivo agora era ir pra casa e agradecer minha filhinha com um beijão. Sem esquecer de DEUS é claro.” JC Volotão – NY

Volotão na cobertura fotográfica no atentado.

Como Repórter Fotográfico, ele não poderia deixar de registrar esse momento que infelizmente entraria para a história mundial.
Por motivos óbvios, somente foram colocadas imagens que não choquem as pessoas.

Segundo JC Volotão, quando ocorreu o “PRIMEIRO” atentado em New York, descobriu a grande MENTIRA AMERICANA. Qualquer um poderia fazer um atentado nos Estados Unidos, sendo alertado várias vezes pelo próprio possível autor do atentado, os americanos apenas davam risadas e afirmavam que era impossível, estavam preparados. Após a PRIMEIRA tentativa no Wold Trade Center, o mundo descobriu a verdade, em plena cidade de New York, um carro bomba foi detonado no estacionamento do World Trade Center, um dos símbolos americanos, por pouco não derrubaram. O autor afirmou que iria tentar novamente e que aguardassem.

> Quando detonaram um bomba em OKLAHOMA a culpa caiu por completo na pessoa que estava ameaçando, mas para espanto dos americanos, foi um próprio americano o autor desse atentado. Começou ai a decadência do possível poder americano. Nas ruas o pânico começou a surgir, muitos começaram a abandonar a cidade de New York, muitos voltavam para seus paises de origem, depois de anos nos Estados Unidos.

A imprensa americana desmentia os fatos e falava novamente na segurança infalível, mas para a tristeza mundial, o “SEGUNDO” atentado ocorreu em New York e fez milhares de vítimas. A cidade virou um caos. Os familiares foram vitimas, logo depois, pois o governo enrolou na ajuda as vítimas, nada de dinheiro, nada de apoio, apenas alguns políticos se aproveitando da situação. Com isso muitos espertalhões abriram fundações para arrecadar dinheiro para as famílias das vítimas, muitos ficaram milionários. E nada era feito, o governo apenas aparecia na televisão para falar que iriam levantar novamente o World Trade Center e que iriam pegar o culpado. Começaram uma guerra no Afeganistão em busca do autor, mas nada conseguiram, para não ficar desmoralizados perante ao mundo, começaram outra guerra no Iraque, que continua com vitimas diariamente. Creio que a real busca era o petróleo, pois os Estados Unidos estão com suas reservas contadas.

Depois do segundo atentado, chegou a comprar passagens para ele e sua família, mas desistiu em seguida.

.: 2002 – Saiu da cidade e mudou-se para as montanhas de New York, sua nova residência ficava uma hora e trinta minutos de Manhattan, no meio de uma reserva ecológica, com lagos, rios, muitos animais, etc… Em Sackett Lake.

> Pensava que as coisas iriam normalizar, mas não conseguia aceitar as notícias… Jogaram uma bomba de 900 quilos em uma maternidade por ACHAREM que um inimigo estava em um restaurante ao lado… e apenas afirmaram que inocentes morrem em guerras. Outro fato inaceitável foi quando atiraram contra o hotel que estava a IMPRENSA MUNDIAL, por acharem que as lentes de alguns fotógrafos fossem bazucas. Essas eram as notícias.

Ficou muito emocionado ao fazer um ensaio de Christopher Reeve em sua casa, pois a lembrança e comparação com o Super Homem é inevitável pra todos.

Christopher Reeve o eterno Super Homem

O respeito mutuo entre ele e os fotografados era fundamental para o resultado das fotos.

Volotão e Gisele Bündchen

Luciana Gimenez e Xuxa com Volotão

.: 2003

Ficou feliz quando recebeu o convite de Cesar Camargo Mariano para fazer as fotos de seu novo CD, todas as fotos foram feitas em New York. Ficou mais feliz ainda ao saber do prêmio de Melhor Instrumental que o Cesar Camargo Mariano e Romero Lubambo ganharam com o CD, no TIM 2003.

Mas tudo não é somente trabalho Volotão adora fazer trilhas com seu jipe.

Sua filha já tinha feito três anos, e resolveu procurar uma escola para ela. Tinha que ser logicamente boa, com uma estrutura aceitável. Até que não foi difícil achar. Apenas um probleminha, parte da cidade que ficava a escola era dominada pela KKK e mesmo a sua filhinha sendo americana, ele era imigrante. Precisa falar mais?

Por motivo de seu trabalho jornalístico investigativo, foi JURADO DE MORTE DUAS VEZES nos Estados Unidos, chegaram a mostrar armas para ele, mas sobre isso não fala, pois tem gente e organizações muito poderosas por trás. Essa foi à verdadeira GRANDE razão que JC Volotão veio para o Brasil… Proteger sua família.

Chegou a hora de dar um passeio no Brasil e para sua felicidade, OUTRO PRÊMIO, recebeu do Embaixador do Brasil em 2003, um premio de reconhecimento, ao ser considerado o FOTOJORNALISTA BRASILEIRO MAIS ATUANTE DOS ESTADOS UNIDOS nos últimos anos. Essa notícia chegou a sair em alguns jornais.

.: 2005

> Foi convidado pelo Amaury Jr, para fazer alguns trabalhos na revista Flash, foi seu primeiro trabalho no Brasil. Bateu seu recorde de fotos por matériajá publicou 2 vezes na revista Flash 37 fotos por matéria, E na primeira revista Flash do ano 2005, constava 20 páginas com fotos suas, total de 3 matérias, sendo uma delas novamente com 37 fotos. Um verdadeiro PRÊMIO!

Participando no filme MATRIX… hehehhee!!!

> Ficou muito feliz em voltar, principalmente quando finalmente deixaram o LULA ser presidente. Mesmo não concordando com várias coisas do PT, nem mesmo com alguns nomes escolhidos para o governo.

> Estava contente pelo Lula, pois teve o prazer de conhecê-lo em New York. Quando foi contratado para fotografar sua CAMPANHA INTERNACIONAL. Foram vários dias, acompanhando o presidente.

> Mas ao ser preso… ficou desapontado.

> Residiu em New York nos Estados Unidos, de março de 1990 a janeiro de 2005, sem vir ao Brasil e sem tirar férias. Que ele chama de:

“O Exílio Fotográfico.”

> As fotos aéreas foram uma das primeiras coisas que fez ao voltar ao Brasil, pois queria ver se o Rio continuava a antiga “CIDADE MARAVILHOSA” pelo alto, pois no chão as coisas estão inacreditáveis, pessoas morrem diariamente ao seu redor, simplesmente por não terem o que dar aos ladrões. Por esse motivo, Volotão achou um lugar fora do Rio que sempre vai quando não está trabalhando, a natureza lhe da um pouco de paz e energia para enfrentar isso tudo. Concluiu que estão acabando com o verde no Rio e que as favelas estão aumentando diariamente. Não vê muita preocupação dos políticos e responsáveis para acabar ou diminuir o que esta acontecendo, os assaltos e mortes contra continuam aumentando. “O que fazer?”

> Ao chegar ao Brasil foi convidado pela Presidência da Republica para ser o Fotógrafo Oficial da Presidência.

Não aceitou por dois grandes motivos, não gosta de Brasília, e nem esta em seu projeto de vida, ficar fotografando políticos diariamente. Ainda bem que não aceitou… Basta abrir os jornais para ver o motivo. Volotão fala: “Quando descobri que as pastas da DITADURA não iriam ser abertas ao público… tem alguma coisa ai… reeleição?”.

> Ao ligar para um dos maiores editores de fotografia do Brasil, para pedir algumas dicas, o editor falou que o Volotão teria que voltar em grande estilo, perguntou como poderia ser isso, o editor respondeu: “Você tem que conseguir a foto da Luma com o bombeiro juntos”… Volotão começou a rir e respondeu: “Se voltar em grande estilo no Brasil é fazer esse tipo de foto, vou comprar uma carrocinha de pipoca e ficar circulando no calçadão de Ipanema, vai ser muito mais divertido… não sei qual a profissão da Luma, e pelo que sei, bombeiro tem que apagar é fogo”. A pedido do Volotão, emitimos o nome do editor, que já faleceu.

> Logo foi convidado para Entrevistas, Palestra e Workshops, o primeiro no Brasil depois da sua volta foi na Faculdade Estácio no Rio de Janeiro, mas logo vieram outros convites, pois ele adora uma palestra ou workshop.

> Diferente dos Estados Unidos, algumas celebridades recebem batedores da polícia e seguranças, coisas que em New York praticamente não existe.

> Abriu um STUDIO no Rio, encontrou um bom espaço de 100 metros quadrados, mas antes mesmo de inaugurar, o local já tinha sido assaltado três vezes. Praticamente impossível trabalhar assim.

> O STUDIO durante a reforma. Não poderia deixar de comunicar que também está fotografando modelos para algumas agencias no Rio. E buscando novos desafios. Mas se você está pensando que ele vai deixar os Estados Unidos está enganado, pois lá existe uma coisa que o mundo todo deseja e ele também. Sabe o que é?

> Certamente será fácil encontrá-lo na ponte aérea RIO > New York

> Fechou contrato com uma agencia de fotografia em LONDRES, e era o Correspondente e Fotógrafo Internacional dela no Brasil. Devido essa agencia não ter cumprindo com parte do contrato, cancelou em menos de 1 ano.

> Nesse mesmo ano foi indicado a um PRÊMIO nos Estados Unidos bem importante no ramo EMPRESARIALTHE BIZZ AWARDS pelo título de “WORLD LEADER BUSINESS PERSON“.

> Deu entrevista para REVISTA AVENTURAS NA HISTÓRIA (Editora Abril), onde relatou como foi a sua cobertura fotográfica no atentado a New York e também detalhes sobre o antes, durante e depois do atentado.> Amante da NATUREZA e de AVENTURAS RADICAIS, acredita que: “NAVEGAR É PRECISO… VIVER NÃO É PRECISO…”.

> FOTÓGRAFO OFICIAL do evento FESTA INTERNACIONAL DE TEATRO DE ANGRA.

> Produção é FUNDAMENTAL… Então teve inicio tudo novamente no Brasil.

> Mas continua com a ECLIPSE PHOTO AGENCY NEW YORK. Entre as pautas que fez e destaca no Brasil são: Conseguiu informações que a Princesa Victoria da Suécia estava vindo para o Rio, depois de alguns telefonemas os dados começaram a esquentar até que conseguiu localizar. Foi para a Marina da Glória e checou alguns barcos, na saída do cais achou… Pelas feições no rosto dela, você pode imaginar o que ela deveria estar passando naquela hora… Será que foi: “OK… você me achou…”.

> Ministério da Cultura: REDE NACIONAL FUNARTE ARTES VISUAIS.
Esse trabalho foi fantástico, vários artistas do Brasil iriam levantar voo e cruzar estados, misturando culturas. Parabéns Ministério da Cultura. Parabéns Gilberto Gil.

> Na foto de arquivo, nosso Ministro falou: “Volotão, vamos juntar nossas máquinas e registrar em foto”, mas ainda não era Ministro.

>Fotógrafo Oficial do Miss Brasil 2006 e BAND. Nesse trabalho, ficou ilhado 8 dias em um hotel na Barra com as 27 candidatas. Registrando o dia a dia delas. Trabalhando simultaneamente para a BAND. Ele afirma que recebeu por esse trabalhinho difícil. Hehehee!

> Contratado pela Editora Abril para cobertura fotográfica do Carnaval do Rio em 2006. Essa pauta estava em seus planos a muitos anos… e ainda quer continuar o trabalho.

> Contratado pelo MISS UNIVERSO para acompanhar a visita de Natalie Glebova, Miss Universo 2005 ao Rio de Janeiro.

> Recebeu informações que Brad Pitt e Algeline com os filhos estariam vindo para o Rio, conseguiu fotografar eles na pista do aeroporto, a foto foi feita com uma 400 mm. Estava com uma equipe de dois motoqueiros e um carro… Cada um em uma saída…o avião chegou de madrugada, e aguardou até pela manhã para a chegada das vans para irem. Mas ao sair do aeroporto, o portão escolhido foi onde estava uma moto de plantão, mas infelizmente a moto não pegou e perderam os carros. Depois desse transtorno, Volotão para refletir e explica.

“Fomos para o Hotel Copacabana Palace, mesmo sabendo que não estariam lá, teriam que ficar na casa de alguém, ou curiosos cercariam o hotel, sem falar em fotógrafos. Foi nesse momento que me lembrei do nome da empresa das vans. Liguei para a empresa e perguntei: Sou o fotógrafo que iria junto com os dois, eles já foram direto? E o cara respondeu… Sim já foram para Paraty… foi assim que descobri para onde foram.”

A informação seguinte, foi que eles estavam indo para Paraty, seguiu viagem, descobriu o condomínio que eles estavam. O problema é que para entrar, tinha que passar por três guaritas, sendo que a última com guardas armados. Conseguiu ir até a terceira, mas não conseguiu passar. Obteve informações de pescadores, que poderia chegar à praia do condomínio pela mata, seria mais de 1 hora caminhando, ele arriscou e conseguiu chegar a praia, mas na pequena floresta, também tinha câmeras e foi descoberto, mas não sem antes registrar o local. Viu que somente via barco teria sucesso, mas o tempo virou e nenhum dono de barco queria sair, pois era muito perigoso, demoraria umas 2 horas para chegar no local, isso, vindo de Paraty. Muito arriscado, segundo os nativos. Sem ter como ir.

O tempo continuou ruim por uns 10 dias. Depois disso, as informações recebidas eram duvidosas e logo depois. a saída deles do Brasil, ficando apenas com as fotos do aeroporto.

Carro usado para as fotos do Brad Pitt e Angelina Jolie no Rio.

> Ocean Volvo Race na Baia da Guanabara.
Pela primeira vez na história, todo o tráfego foi parado na Baia, nem mesmo a barca Rio-Niterói circulava pelo caminho normal, ela tinha que passar depois da ponte Rio-Niterói.
Novamente o tipo de trabalhinho que ele gosta. Adrenalina a mil. Veja o que ele conseguiu para cobrir a corrida, e onde ele conseguiu entrar.

O inflável com motor Mercury 125 que conseguiu para fazer a cobertura.

> O amor pela FOTOGRAFIA CIENTÍFICA não acabou… E sempre aproveita suas horas vagas…

> FOTÓGRAFO OFICIAL do XXI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MICROSCOPIA E MICROANÁLISE da Sociedade Brasileira de Microscopia e Microanálise em Búzios.

.: 2007 

> Ficou animado com o convite para dar Aulas em Favelas do Rio. O projeto tinha o apoio do MINISTÉRIO DO TRABALHOMINISTÉRIO DA CULTURAMINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO e organização da CUFA – CENTRAL ÚNICA DAS FAVELAS. Todos iriam sair com DIPLOMA e com contrato de TRABALHO no PAN.

> Infelizmente as turmas de no mínimo 30 alunos em cada favela e exigida pelos ministérios não foi preenchida.

> Mas JC Volotão está sempre disposto a abraçar projetos como esse.> Foi convidado a conhecer a COMUNIDADE TAVARES BASTOS e simplesmente adorou.

Olha que vista! Foi lá que ele escutou pela primeira vez a música…
“Eu só quero é ser FELIZ e andar TRANQUILAMENTE na
FAVELA onde nasci… e poder me ORGULHAR e ter
a CONSCIÊNCIA que o POBRE tem seu LUGAR.”

.: 2008 Convidado, fotografando e assistindo em um Camarote VIP o Carnaval do Rio.

Luiza Brunet colocando o papo em dia.

> Fotografar o Maracanã vazio foi incrível… Estudando as cores e ângulos para compor suas fotos, sem barulho e nem gente por perto.

> Resolveu aceitar o convite para Fotografar o Fashion Rio… Ficou decepcionado com algumas coisas… Mas também… Depois de fotografar todos os anos o New York Fashion Week… Tem que estranhar mesmo.

Seu escritório no Fashion Rio com suas secretárias… SERÁ? Heheheee!!

>Fotógrafo Oficial do evento Olimpíada da PAZ 2008.

> Cobertura do SHOW de Roberto Carlos no Navio Costa Mágica de Bandeira Italiana. Dois dias de “TANTAS EMOÇÕES“.

.: 2009 

> Festa IMAGES FASHION 01 – RIO (Janeiro / 2009) para comemorar os trabalhos em 2008 no Rio de Janeiro. Segundo os seguranças da casa, as 3:00 hs da madrugada continuava a chegar convidados. O local escolhido foi a DOLCE VITA na Avenida Atlântica em Copacabana, que foi fechada apenas para convidados de JC Volotão.

> Exposição em homenagem às mulheres no Rio de Janeiro.

> Conheceu a Produtora Marina Coutinho em Belo Horizonte, proprietária das empresas Arte y Cultura Produções e Marina Coutinho Produções, uma excelente profissional, que depois de alguns trabalhos juntos, estão juntos até hoje e tem vários planos para o futuro, tanto profissional como pessoal… Aguardem…

> Logo depois de conhecer os projetos culturais e sociais de JC Volotão, foram marcadas reuniões com o Governador e Prefeito.

> Contratado pela arquidiocese de Minas para fotografar a Serra da Piedade e lá foi feito a primeira base em Minas Gerais.

Vista do escritório.

> Fotografou a REDE Hotéis Bristol em Belo Horizonte. Foram 16 dias nos seis Hotéis da REDE. As fotos foram usadas na PUBLICIDADE do Hotel. É a maior REDE de Hotéis em Belo Horizonte. São oito Hotéis.

> Fotografou o Hotel Fazenda Iguarapé durante quatro dias. As fotos foram usadas na PUBLICIDADE do Hotel. Igarapés fica perto de Belo Horizonte.

> Resolve comemorar a implantação da empresa em Belo Horizonte e cria um evento chamado MODELOS DESTAQUE MINAS com o objetivo de buscar modelos e montar um casting para os trabalhos publicitários.

.: 2010

> Carro entra pela contramão na estrada e bate de frente com o ônibus que estavam JC Volotão e sua equipe. Graças a DEUS ninguém se machucou, a não ser a mulher que estava dirigindo o carro.

> JC Volotão volta ao Navio do Rei Roberto Carlos para trabalhar e relaxar.

.: 2011

> Abriu seu PRIMEIRO STUDIO VIPs em Belo horizonte.

> Fotografou o Hotel Ouro Minas durante oito dias, sem sair do hotel. As fotos foram usadas na PUBLICIDADE do HOTEL OURO MINAS, o ÚNICO HOTEL cinco ESTRELAS em Belo Horizonte ou será Minas Gerais?

>FOTÓGRAFO OFICIAL do EVENTO XXIl CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MICROSCOPIA E MICROANÁLISE da Sociedade Brasileira de Microscopia e Microanálise em Belo Horizonte.

> Foi convidado para visitar algumas cidades no interior de Minas Gerais, adorou e fechou contrato com algumas prefeituras e fez outra base em Santa Efigênia de Minas. Alugou a casa do prefeito. Ficando lá por sete meses.

> Realizou no interior de Minas vários trabalhos, principalmente publicidades e cursos foram implantados.

> Como gosta de novos desafios, fez amizade com o gerente de uma rádio local e logo já tinha um programa diário chamado “BAÚ MPB“.

>Exposição em um shopping de Belo Horizonte. NEW YORK E SUAS CELEBRIDADES: ESSAS MULHERES MARAVILHOSAS.

Uma equipe que ama fotografar é fundamental para um resultado maravilhoso.

.: 2012

Batendo um papinho com o chefe do Estado-Maior operacional da Polícia Militar do Estado do Rio, coronel Alberto Pinheiro Neto… Antigo chefão do BOPE… Sobre táticas de segurança no Rio.
Será que o papo era esse?

Mais um ano cobrindo o carnaval do Rio de Janeiro na Sapucaí.

Sua outra paixão ELABORANDO e EXECUTANDO PROJETOS VARIADOS, tanto SOCIAIS como CULTURAIS.

Iniciou vários cursos de fotografia para amadores e profissionais, com apoio da Prefeitura e do Governo.

Convidado a visitar a Cidade de Paraty, adorou e realizou cursos e workshops. Criou o Portal Destaque Paraty e uma base da Eclipse Photo Agency New York está pronta para realizar vários trabalhos na cidade.

Volotão com Casé, o Prefeito de Paraty, fechando projetos.

.: 2013

Olhando pela primeira vez as fotos que fiz dela na ONU… Que ficaram de enviar… E não fizeram… Pronto… Trabalho cumprido e entregue… Uns 15 anos depois… hehehee!!!

Foi convidado pela Marina Silva para ajudar na fundação do partido Rede, pois foi um dos fundadores do partido Verde.

Convidado também para ser o Fotógrafo Oficial da Presidência, mas ele não aceitou, mas ela também não ganhou.

Idealizou e realizou o Primeiro Favela Fashion Minas juntamente com a Marina Coutinho.

A aventura continua em sua vida…

.: 2014

Seus alunos já tinham passado de 500… Felicidade total!

Foi convidado pelo SENAC para implantar um curso de fotografia.

Fotografar uma noiva em poses e locações comuns era muito repetitivo e sua criatividade foi mais longe ainda… Colocou na noiva no fundo da piscina. Veja algumas fotos. Fantástico!

Chamaram-me apenas para ser jurado do Miss Favela… Mas chegando lá ganhei… Será que tinha algo errado com as outras candidatas? Heheheee

As aventuras continuavam…

.: 2015

UEMG – Universidade do Estado de Minas Gerais – Outro Curso de Fotografia. Alunos bem legais. Mais um desafio maravilhoso… Vamos em frente…

> EXPEDIÇÃO FOTOGRÁFICA OURO PRETO – MG

.: 2016

.: 2017

.: 2018

Saudades do tempo que do antigo Governo de Minas Gerais abraçou meu projeto e dava aula no Palácio da Liberdade. Hoje o museu foi fechado, mesmo com o trabalho maravilhoso que o governo anterior fez para receber os turistas no palácio… Criando um museu. Isso é uma vergonha. Isso tem que acabar…

> FINALMENTE EXPEDIÇÃO FOTOGRÁFICA DIAMANTINA – MG

Mais um fechamento feito… Dessa vez com a Cidade de Diamantina. O que foi fechado em breve estará anunciando… Aguardem. Como podem ver na foto, todos felizes com as propostas. E vamos em frente!

Marina Coutinho, Prefeito Juscelino Brasiliano, Vice Adautinho, JC Volotão

> DEVIDO A PEDIDOS EXPEDIÇÃO FOTOGRÁFICA SÃO JOÃO DEL REI – MG

São João Del Rei Prefeito Nivaldo Andrade e JC Volotão.

.: 2019

> NOVA EXPEDIÇÃO FOTOGRÁFICA CONGONHAS – MG

> VEJA A EXPEDIÇÃO FOTOGRÁFICA BELO HORIZONTE – MG

> NÃO PERCA A EXPEDIÇÃO FOTO & VELA PARATY 2019 – RIO DE JANEIRO

Agende a sua data, pois as vagas são limitadas. Serão apenas 7 vagas por viagem. Teremos várias datas durante o ano.

Hoje em dia gosto de trabalhar com três computadores… O trabalho rende muito… Mas gostava mesmo do tempo que era Fotógrafo sem computador… Tempo bom. 
Conheço alguns “profissionais”, se tirar o computador e Photoshop deles editarem as fotos acabaram as fotos boas.

Em breve mais atualizações… Abraços e Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *